fbpx

Por que o celular esquenta tanto?

Por que o celular esquenta tanto

Por que o celular esquenta tanto?

Hoje em dia, os aparelhos de celular são verdadeiros computadores portáteis, muito mais do que uma ferramenta de lazer, eles ajudam diversos profissionais, logo, perceber que o smartphone esquenta não é uma novidade.

E porque esquenta tanto?

Diversos são os fatores que podem ser responsabilizados quando o smartphone esquenta em excesso. Vale ressaltar que o consumo de energia, e durabilidade da bateria estão entre os grandes desafios das empresas que atuam no mercado mobile.

E quando falamos em energia, é inevitável a ligação com o superaquecimento, na verdade, essa elevação pode ser explicada de diversas maneiras, ou seja, o seu smartphone esquenta por algum motivo, nem sempre tão simples de ser descoberto.

Separamos alguns sinais que podem ser os causadores do superaquecimento do aparelho, e que precisam ser observados com atenção. Eles também explicam o motivo do porque o seu smartphone esquenta tanto e como evitar problemas no futuro.

Problemas que fazem o smartphone esquentar

Os smartphones são desenvolvidos para rodar os mais diferentes aplicativos, e muitos desses programas fazem com que a sua bateria seja sobrecarregada, e consequentemente o seu smartphone esquenta.

A solução que indicamos para esses casos é sempre evitar o desperdício. Em outras palavras, remover dele tudo aquilo que você não usa, liberando espaço na memória e também no armazenamento.

Existem alguns aplicativos disponíveis tanto para iOS, quanto para Android, que ajudam a eliminar esses programas “vampiros” do seu aparelho. Todavia, você pode fazer isso manualmente, selecionando aqueles apps que realmente você utiliza.

Manter a wifi ligada de forma contínua também contribui para o smartphone esquentar tanto.  A principal razão para isso é o fato de que sempre que essa função estiver ligada, o próprio aparelho ficará procurando redes para se conectar, aumentando o consumo da bateria.

Fatores que contribuem com o aquecimento

Analisando algumas pesquisas de comportamento de usuários de smartphones é possível identificar alguns pontos considerados quase unanimidade entre todos, os principais são:

  • Bluetooth ligado: Muitos costumam deixar essa ferramenta ativada sem nem ao mesmo saber disso. Esse hábito acaba causando um desgaste da bateria, e consequentemente o seu smartphone esquenta.
  • Plano de dados: O hábito de manter a internet ligada continuamente também exige mais dos smartphones.
  • Notificações ativadas: É comum que os aplicativos peçam a autorização dos usuários para enviar notificações. Nesse caso, sempre que alguma novidade acontecer, a pessoa será avisada por um push na tela, e o resultado, também é superaquecimento.
  • Brilho do visor: Precisa ser ajustado na medida certa, tanto para evitar o desperdício, quanto para não forçar a visão.
  • GPS: Assim como outros aplicativos, essa função também costuma ter um alto nível de consumo de bateria.

celular esquentando muito e descarregando rápido

Todos os problemas citados acima estão não só relacionados ao superaquecimento, mas como também ao descarregamento rápido da bateria e de tal forma, acabam contribuindo também com a redução da vida útil da bateria do seu smartphone.

Por que o celular esquenta tanto

Dicas para evitar o aquecimento excessivo no celular

– Remova a capa do seu celular: as capas protegem, mas, dependendo do material de que são feitas, também ajudam a preservar o calor do celular. Por isso, é recomendável que você use sempre capas originais criadas pela fabricante do seu celular.

– Não utilize o celular enquanto recarrega: quando o celular está conectado à tomada, ele tende a ficar mais quente que o normal uma vez que está recebendo energia elétrica. Por isso, há a recomendação das fabricantes para que você não use seu aparelho enquanto ele está ligado na energia, devido ao risco de choque elétrico e incêndio.

– Utilize bateria e carregadores originais: energia elétrica é algo sério e o uso de baterias e carregadores que não sejam os originais podem colocar sua segurança em risco. Ao receber uma carga maior que aquela para qual o aparelho foi destinado, há o risco de choque elétrico e, dependendo da intensidade, até mesmo explosões.

– Não durma com o celular embaixo do travesseiro: ao dormir com o celular sob o travesseiro, você se coloca em enorme risco. Ainda que o aparelho não esteja conectado à tomada, ele ficará com suas saídas de ventilação fechadas, o que pode acarretar em superaquecimento. Este risco aumenta a cada hora que passa sob o travesseiro, tornando viável o risco de incêndio e explosão do dispositivo.

– Desative funções que não esteja utilizando: em caso de aquecimento, você pode desativar funções como Wi-Fi e Bluetooth, que consomem energia mesmo quando não estão sendo utilizadas. Outra forma de auxiliar no resfriamento é encerrando aplicativos que rodam em segundo plano.

– Reduza o brilho da tela do seu celular: o brilho da tela é um dos responsáveis pelo consumo de energia do aparelho. Ao abaixar o consumo de energia, você auxilia no resfriamento do aparelho.

– Evite expor o celular diretamente ao Sol: mantenha seu celular em local arejado e, sempre que possível, evite o contato prolongado e direto aos raios de sol. Além de superaquecer o dispositivo, você corre o risco de danificá-lo permanentemente.

– Evite rodar jogos ou filmes por muito tempo: estes são alguns dos aplicativos que exigem muita energia dos celulares. Evite utilizá-los por muito tempo e, caso o aparelho já esteja muito quente, pause o uso até que o celular retorne à sua temperatura normal.

Calor excessivo faz o celular explodir?

Especialistas costumam afirmar que quando o smartphone esquenta muito não significa que ele vai chegar ao extremo de pegar fogo, mesmo havendo relatos na internet.

O problema mais comum é a redução da vida útil da bateria. Há casos em que o próprio smartphone avisa quando há um superaquecimento. Ele desliga automaticamente, a fim de evitar problemas mais graves.

Se isso, em algum momento, já aconteceu com você, a dica é levar imediatamente a uma assistência técnica, ou, pelo menos, rever a maneira como você utiliza o seu smartphone seguindo as nossas dicas.

Compartilhe este post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: